Segundo a Polícia Civil, mãe leva filho a delegacia para ser preso após ele agredir a ex-namorada

[post-views]

Homem de 27 anos descumpre medida protetiva contra a ex-namorada. Mulher chegou a ser esganada pelo ex-companheiro, segundo a denúncia.

 

Um homem de 27 anos foi preso em flagrante em Itumbiara, região sul do estado, após ser levado pela mãe a uma delegacia por ter descumprido uma medida protetiva que tinha contra a ex-namorada de 19 anos e ainda ter agredido a mulher, segundo informações da Polícia Civil.

O caso aconteceu no fim da tarde da última terça-feira (26) e, segundo o delegado responsável pelo caso, Anderson Pelágio, a mãe denunciou o filho após saber das agressões por vizinhos da ex-nora, que viram as agressões e ligaram para ela contando o que havia acontecido.

“Ela foi até a delegacia com ele e lá nós prendemos o autor após confirmar os fatos com a vítima”, afirmou o delegado.

Segundo os policiais, a mãe do suspeito foi até a Central de Flagrantes, localizada no Bairro Novo Horizonte, em Itumbiara, acompanhada do filho, informando que foi procurada por vizinhos, os quais disseram a ela que seu filho havia agredido fisicamente a vítima.

Além disso, ela informou que seu filho já estava proibido de manter contato com a vítima por meio de ordem judicial (medidas protetivas de urgência), mas, ao agredi-la, teria desobedecido a decisão judicial.

Segundo o delegado, o homem teria esganado a mulher. “Ele agrediu ela fisicamente. A pegou pelo pescoço, esganando-a. Além disso, como já havia medidas protetivas contra ele, durante essa agressão ele as descumpriu, por isso foi autuado também por esse crime”, explicou Anderson.

Diante da informação fornecida pela mãe, a equipe de policiais civis plantonistas localizou a vítima, confirmando as informações dadas pela ex-sogra da mulher agredida. Na sequência, os policiais encontraram o suspeito, prendendo-o em situação de flagrante delito pelos crimes de vias de fato e de descumprimento de medidas protetivas no âmbito da Lei Maria da Penha e foi recolhido, na sequência, na cadeia pública de Itumbiara.

Fonte: G1/Goiás

PROPAGANDA
[xyz-ips snippet="galeria"]

Compartilhar