Sem acordo, Daniel Guedes deixa o Goiás e espera decisão de futuro nesta quinta entre Santos e Cruzeiro

Lateral chega na noite desta quarta em Goiânia e deixa a equipe celeste após sete jogos disputados e pouco mais de dois meses no clube

Durou apenas duas semanas a passagem do lateral direito Daniel Guedes pelo Goiás. O clube esmeraldino não conseguiu chegar a um acordo com o Santos, dono dos direitos econômicos, e não terá tempo hábil de ser registrado pela equipe até esta sexta-feira, data limite para registro no BID de atletas. Agora, o jogador, o Peixe e o Cruzeiro (clube que o jogador estava emprestado anteriormente) pretendem definir a situação nesta quinta-feira.

Daniel Guedes acertou a saída do Cruzeiro no início de novembro. Chegou uma oferta do Goiás, que era então comandado por Enderson Moreira, que pediu sua contratação. Entretanto, a negociação não deu certo. Por vários motivos. A informação da saída do jogador de 26 anos do Esmeraldino foi publicada inicialmente pela Rádio Bandeirantes e confirmada pelo ge.

Goiás e Santos não finalizar o acordo para a cessão por empréstimo. Pelas diretrizes de transferência da Fifa, Guedes não poderia se reemprestado pelo Cruzeiro. Somente pelo dono dos direitos econômicos (Santos).

Entretanto, o Peixe, por não ter chegado a um acordo com o Goiás, não colocou, em votação em reunião do conselho deliberativo, o empréstimo do lateral direito. Com isso, Guedes não conseguirá ser registrado. Agora, o Cruzeiro – com quem o lateral está registrado no BID atualmente – e Santos vão resolver a situação.

Guedes só deixou a Raposa porque foi liberado pela comissão técnica de Luiz Felipe Scolari, não estando nos planos do treinador. Pela equipe celeste, ele disputou sete jogos e não marcou nenhum gol.

Procurado, o staff do jogador preferiu não se posicionar. O clube mineiro também foi procurado, mas ainda não se posicionou à reportagem.

Fonte: GE/Goiás.

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email