Suspeito de roubar mais de R$ 38 mil em joias é preso, em Anicuns

Suspeito de cometer crime em Goiânia com participação de mais dois envolvidos roubou uma barra de ouro 18 quilates, joias e cheques

Um jovem de 20 anos foi preso, suspeito de roubar uma barra de ouro de 18 quilates avaliada em mais de R$ 38 mil e joias de um casal, em Goiânia. Matheus Toribio Rey de Sousa foi preso no interior do estado, em Anicuns, por supostamente ter participado com mais dois indivíduos de um roubo em Goiânia no dia 16 de junho deste ano.

A prisão faz parte da primeira fase da Operação 18 Quilates, conduzida pela Polícia Civil, por meio da Grupo de Repressão a Roubos (GARRA) da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC).

A prisão de Matheus foi efetuada na última quarta-feira (22) e de acordo com informações da Polícia Civil, um segundo suspeito de envolvimento no crime também foi identificado.

Como o roubo aconteceu?

O crime ocorreu no dia 16 de junho deste ano, no Setor Orienteville, em Goiânia. As vítimas, um casal, são conhecidos comerciantes de ouro e joias da região Central de Goiânia. O suspeito do crime fazia negócios regulares com o casal.

De acordo com a polícia, foi por meio da relação comercial entre o jovem e o casal que surgiu a ideia e o planejamento do roubo.

A investigação apontou que o grupo planejou a ação por dias. Os criminosos acompanharam e analisaram a rotina diária das vítimas, ficando na porta da loja e seguindo-as por outros lugares.

Além do planejamento do roubo, os supostos ladrões compraram um veículo com o único objetivo de praticar o assalto.

O dia do assalto

De acordo com as investigações, no dia do crime, o casal foi abordado por três criminosos quando chegavam casa em uma camionete.

O grupo de três assaltantes entraram pela garagem com um veículo Fiat Uno e anunciaram o assalto.

As investigações ainda apontam que, pelo menos, um dos assaltantes estava armado e todos agiram com violência.

Desde o momento da abordagem, os suspeitos exigiram que o casal lhes entregasse a mochila que possuíam, demonstrando que sabiam o que havia dentro da bolsa.

Os criminosos roubaram a mochila da vítima com joias e diversos objetos pessoais, como aparelho celular.

Na ocasião, os suspeitos ainda conseguiram roubar uma barra de ouro de 18 quilates de 129 gramas avaliada em R$ 38,8 mil, joias, dinheiro e cheques.

Prisão de suspeito de roubar joias é temporária

Segundo informações da Polícia Civil, nesta primeira fase da operação, a prisão do suspeito é temporária e tem validade de 30 dias.

O jovem já era investigado pela prática do crime de moeda falsa e, por isso, também teve mandado de prisão cautelar expedido pela Justiça Federal e cumprido.

As investigações ainda prosseguem para qualificar o terceiro autor e outros possíveis partícipes. O veículo usado pelos criminosos na ação foi abandonado e posteriormente localizado pela polícia.

A divulgação da imagem e identificação do preso foi procedida nos termos da Lei nº 13.869/2019, Portaria nº 547/2021 – PC e Despacho do Delegado de Polícia responsável pela investigação, especialmente porque o preso é suspeito de praticar outros crimes graves e a divulgação de sua imagem pode auxiliar no esclarecimento de outros delitos, após reconhecimento por possíveis testemunhas.

Fonte: Mais Goiás

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email