Teich pede demissão do Ministério da Saúde em menos de um mês de governo Bolsonaro

Teich assumiu a pasta após a saída conturbada de Mandetta e tinha várias divergências com o presidente quanto à forma de combater a pandemia. Agora, mais cotado para o cargo é Osmar Terra

O ministro da Saúde Nelson Teich pediu demissão do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta sexta-feira (15). O provável substituto é Osmar Terra. Teich assumiu o cargo no dia 17 de abril, após a conturbada saída de Luiz Henrique Mandetta.

Assim como o antecessor, Teich estava em rota de colisão com Bolsonaro. Ele é contrário à flexibilização do contato social em meio à pandemia de coronavírus, como tem defendido Jair Bolsonaro.

Nelson Teich foi surpreendido nesta semana por novo decreto presidencial que ampliava as atividades consideradas essenciais. Salões de beleza, academias de ginástica e barbearias foram inclusas na lista, que recebeu críticas de governadores e especialistas.

O agora ex-ministro também não concordava com o presidente sobre o uso da cloroquina no combate à covid-19 e também sobre a priorização da economia sobre a Saúde durante a crise pandêmica.

Teich se reuniu com o presidente Bolsonaro na manhã desta sexta-feira no Palácio do Planalto. A demissão foi anunciada logo depois.

O Governo Federal emitiu breve nota sobre o assunto:

NOTA À IMPRENSA

O ministro da Saúde, Nelson Teich, pediu exoneração nesta manhã. Uma coletiva de imprensa será marcada nesta tarde.

Fonte: Mais Goiás

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email