Um terço das compras online no Brasil já é feito com cartão virtual, revela Nubank

Cartão virtual é mais seguro para compras online, especialmente na Black Friday

Um terço de todas as compras online de clientes do Nubank são feitas com o cartão virtual. Usar cartão de crédito, especialmente na versão virtual, é visto por especialistas como mais seguro para compras via internet, pois facilita o estorno e dificulta fraudes. O dado está presente no último relatório Data Nubank, divulgado pela fintech na segunda-feira (16), às vésperas da Black Friday. O evento ocorre no dia 27 de novembro, mas o consumidor desde já pesquisa preços em busca das melhores promoções antecipadas, inclusive no e-commerce.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O cartão virtual é um recurso oferecido pelos principais bancos e surge como proteção contra golpes comuns na Black Frida. Ao digitar o número temporário no ato do pagamento, o consumidor fica seguro de que a loja não terá acesso aos dados reais do plástico. Em caso de fraude, o usuário pode rapidamente cancelar o cartão virtual e evitar uma cobrança indevida. Além disso, um valor suspeito na fatura pode ter a origem mais facilmente ser identificada pela numeração diferenciada do cartão.

De acordo com o levantamento do Nubank, o uso de cartão virtual em compras online avançou de 29,8%, em fevereiro, para 35,7%, em agosto, data em que os últimos dados foram coletados. O uso do cartão virtual vem crescendo, enquanto o físico vem caindo. Desde junho, o uso de cartão consultado via aplicativo já passa de um terço dos gastos com o cartão convencional em compras online.

O movimento vem na esteira de um aumento geral no uso de cartão de crédito para compras via Internet, cujo pico costuma ocorrer sempre no período da Black Friday. Os tipos de produtos buscados, porém, têm mudado. Gastos com viagem e lazer, por exemplo, vem sendo substituídos por serviços, como streaming, além de eletrônicos e delivery de restaurantes. A mudança ocorreu em meio ao cenário de pandemia.

Fonte: TechTudo/Globo.

PROPAGANDA

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on email